Cuidado com as Ilusões!

OLHONo post anterior disse que a maioria das pessoas fracassam porque trilham caminhos errados, optando por ramos de atividades que desconhecem.

A questão é porque fazemos estas escolhas erradas?

Porque somos enganados pelo que vemos no dia-a-dia. Quando observamos alguém abrindo um novo negócio e este tendo sucesso, logo vem a mente que aquela antiga ideia era fabulosa e que você deveria ter montado o negócio primeiro, pois vejam só, como está bombando, cheio de clientes e crescendo a todo vapor.

Tenho o hábito de frequentar novos negócios, fazer amizade com seus proprietários e aos poucos ir entrevistando eles, minha esposa diz que sou fofoqueiro, mas faz parte da minha profissão, descobrir os mistérios do sucesso nos negócios.

Quando entrevisto estas pessoas em doses homeopáticas, descubro que a maioria tinha experiência naquele ramo há algum tempo. Restaurantes de comida japonesa, cujo dono já trabalhava no ramo produzindo em casa para entrega à domicílio, oficina mecânica cujo dono era o melhor mecânico de uma concessionária, imobiliárias cujos donos montaram e gerenciaram carteiras de clientes de outras imobiliárias, mas eram mal remunerados e assim vai.

Quando pensamos em montar algo que desconhecemos, temos o hábito de visualizar somente o lado bom das coisas. Imaginamos que clientes e mais clientes ficaram contentes por você ter aberto aquela loja de roupas, chocolate, floricultura, etc, pois, não tinham aonde adquirir tais produtos, ou eram mal atendidos.

Imaginamos que aquele restaurante que frequentamos e somos mal atendidos é mal administrado, mas que no meu tudo será diferente, meus funcionários serão os melhores, irei atender com extrema presteza e todo mundo irá deixar de consumir nos meus concorrentes para ir no meu restaurante, bem porque, descobri que os meus futuros concorrentes oferecem seus produtos ao dobro do preço do custo, obtendo 100% de lucro.

Quando montamos o negócio descobrimos que as cozinheiras são ótimas para cozinhar em casa, mas não conseguem cumprir prazo, nem trabalhar sob pressão. Em casa temos a disposição as melhores matérias-primas, bem porque o preço não é o problema, mas agora temos problema para conseguir bons fornecedores, com capacidade para manter o fornecimento constante com bons preços. O pior, acabamos descobrindo que temos problemas com fornecedores as vésperas de cumprir nossos compromissos, nos obrigando a sacrificar a qualidade do atendimento.

Também temos problemas com fluxo de caixa, o negócios não está conseguindo vender o que achava que venderia e acabamos assumindo grandes compromissos com pagamento de empregados, aluguel, matéria-prima, escritório, etc. Pesquisando descobrimos que neste ramos, o negócios demora cerca de 8 meses para se consolidar, mas nossas reservas são suficientes para apenas 4 meses, então teremos que recorrer a um banco, para conseguir dinheiro para chegar nos 8 meses e “ver” se o negócios se consolida.

Antes de pensar em trilhar carreira solo, abrindo o seu próprio negócio é preciso conhecer bem o novo ramos, suas dificuldades, as melhores soluções e elaborar um bom planejamento.

Vou tratar sobre este assunto nos próximos post, abordando técnicas que ajudarão as pessoas interessadas em empreender a reduzir o risco de um fracasso.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Blog no WordPress.com.

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: